quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Perdemos Içami Tiba

                                  


Dia 02 de Agosto  nós professores, educadores e pais que nos importamos de fato com uma educação ética e de valores morais concretos perdemos um grande parceiro de jornada.
Aos 74 anos faleceu em São Paulo em decorrência de um câncer que estava tratando o médico psiquiatra,escritor, palestrante e educador Içami Tiba, que tive a alegria de entrevistar e participar de uma de suas palestras.
Na época  fazia um estudo de caso do crime da família Richthofen, e ao perguntá-lo do porquê Suzane ter agido daquela forma ouvi de volta: " ela não soube lidar com o não dos pais."
Já indiquei aqui o livro Quem Ama Educa!, no qual o escritor afirma a todo tempo que somos responsáveis em educar nossos filhos para o mundo: cidadãos éticos e criados para que saibam interagir, superar suas frustrações a ponto de serem empreendedores e não apenas "esperadores" dos sacrifícios dos pais.
Vou deixar aqui hoje um trecho do livro acima no qual o autor fala sobre felicidade dos filhos.
Vale para reflexão a história de uma mãe, que cria uma confusão em um restaurante porque uma outra criança mostrou a língua para seu filho.

" O que essa criança aprendeu ao instigar a mãe contra outras pessoas? Esta mãe esta tornando seu filho feliz? Como alguém pode ser feliz acusando os outros? Por qualquer contrariedade saca-se uma arma contra a pessoa com a qual se está brincando?
Ninguém pode ser feliz assim. O que a criança consegue é a satisfação imediata diante da contrariedade, mas para isso, dependeu da mãe. Criança feliz é aquela que consegue saciar suas vontades sem depender de ninguém.A felicidade não pode depender de outros, de valores materiais, de drogas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário