sexta-feira, 17 de abril de 2015

Mães que amamos: Taciana da Paz

Todos os dias quando escrevo os posts do Sempre Belezinha penso no que as mães que o acompanham querem ler. Estas mães me escrevem, compartilham posts e participam ativamente desde a criação do Blog e achei que deveria este ano homenageá-las aqui.
Escolhi 4 leitoras para representarem diferentes tipos de mães, afinal de contas existem várias formas de se ser uma ótima mãe.
A  Mãe que amamos de hoje é a "multifuncional" jornalista Taciana da Paz, mãe de uma bela pré-adolescente Tábata  11  anos e do Iago,um lindo bebezão de 2 anos e 10 meses. Super atarefada, Taciana conversou comigo no caminho para o trabalho, acompanhem o bate-papo.





SB- Há diferenças na criação de um menino para a de uma menina?

Taciana- Há sim,muitas na verdade. O temperamento do Iago é totalmente diferente do temperamento que a Tábata tinha. Na verdade o homem parece que nasce mais manhoso (rs)...
Quando tive o Iago, parecia que nunca tinha sido mãe,(rs). Não sabia como dar banho direito nele. Por incrível que pareça, é muito mais fácil dar banho em menina.
Hoje ao sair da fralda, cuidar do Iago é muito mais fácil que cuidar da Tábata ( até porque ela está entrando na adolescência). Mulher desde pequena tem que aprender a se cuidar, a usar o banheiro de maneira correta. Menino é tudo mais fácil.

SB- Você percebeu alguma mudança de uma geração para a outra?
Taciana- Percebi! A Tábata sempre foi esperta,sempre atendeu rápido as coisas.Mas vejo que a geração do Iago é muito mais desenvolvida.Entendi o sentido das coisas com mais facilidade.

SB- Como você concilia a maternidade e o jornalismo?
Taciana- Isso é uma coisa que não é muito fácil (rs) Já trabalhei em assessorias de imprensa e tive que trabalhar até à noite. Quem sempre me ajudou com isso foram os meus pais e o meu marido ficando com a Tábatae, posteriormente com o Iago. Hoje, trabalhando na Universidade, não tenho tantos problemas,pois não precisam de mim em horários extras.

SB -Você é atuante em protestos e as crianças participam. Quais valores quer passar para eles?
Taciana- Bom! Acredito que para conseguirmos mudanças e obtermos, consequentemente algo melhor,seja na vida profissional ou pessoal, temos de lutar e correr atrás. Participar de protestos é uma maneira de querer um País melhor para seus filhos. E isso é o que quero mostrar a eles: se não lutarmos com dignidade e honestidade pelo que queremos e achamos certo,não conseguiremos nada. Não adianta você falar que é contra tal político e não se levantar do sofá.Protestar em casa é fácil! Além disso eu amo meu País. Não consigo nunca falar:" esse País é uim" ou " Os brasileiros têm que ir embora do Brasil para conseguirem viver!".
Então quero que os meus filhos amem a Pátria deles e sintam orgulho disso. Orgulho em dizer " Sou brasileiro!". Patriotismo,hoje, quase não existe  e eu sou patriota. Eu e o meu marido.
Ah, e pare deixar bem claro:não sou de partido algum! Só quero o melhor para o meu País e principalmente para os meus filhos,netos e bisnetos.

SB- Ser mãe é...
Taciana - Que pergunta difícil...(rs)
Ser mãe  é sorrir quando o seu filho sorri;é chorar quando seu filho está sofrendo;é amar incondicionalmente,mesmo que o filho não reconheça isso.Não existe nada melhor do que ser mãe, e não existe amor maior do que de uma mãe.
Eu amo muito os meus filhos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário