sexta-feira, 3 de abril de 2015

Cuidado com os excessos na Páscoa

                                         

Páscoa é época de ovos de chocolate e a tentação para resistir a essas delícias que vêm com diferentes formatos, recheios e sabores é grande. Porém, o consumo exagerado pode estragar o feriado. Entre os pontos delicados que o excesso do doce pode causar, estão a má digestão, diarreia e aumento de peso, devido à alta concentração de açúcar e gorduras.
De acordo com a nutricionista Dra. Vanderlí Marchiori, a boa notícia é que não é necessário evitar o chocolate. “Neste caso, é importante controlar a quantidade ingerida. Se não houver excessos, o risco de mal estar diminui, além de não precisar fazer regime após Páscoa”, explica. Para não terminar o feriado com arrependimentos e má digestão, a Dra. compartilha dez dicas simples:
1.    “Compre e peça ovos menores - quanto mais chocolate há disponível, mais difícil é colocar limites.”
2.    “Separe um ovo para consumir, guarde os outros.”
3.   “Quebre o ovo em pedaços pequenos e coloque em um pote hermético com uma tampa difícil de abrir, assim fica mais fácil controlar a vontade.”
4.    “Guarde os ovos longe da vista e do alcance.” 
5.    “Compartilhe - se você ganhou muitos ovos, divida com outras pessoas.” 
6.    “Estipule um horário somente para a degustação do chocolate.”
7.    “Faça do consumo do chocolate um ritual: sente na sua poltrona favorita, coloque um suco ou água ao lado e saboreie cada pedaço.”
8.    “Utilize os ovos de Páscoa em receitas - derreta e faça bolos ou bebidas achocolatadas. Outra opção é ralar e colocar na granola.”
9.    “Inclua frutas – sempre que possível, acrescente alguma fruta ao consumo do chocolate. Um exemplo, pode ser um mini-fondue.”
10.  “Congele parte do chocolate e consuma após três meses ou mais.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário