quarta-feira, 2 de julho de 2014

Iamspe alerta:cuidados com a voz e audição durante Copa e Festas

Com a Copa do Mundo e as Festas Juninas(que muitas vezes se tornam Julhinas), o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) faz um alerta para a utilização de apitos, cornetas, carros de som e fogos de artifício, que podem trazer riscos à audição da população.


             

Segundo o otorrinolaringologista Samir Cahali, o ideal é evitar lugares aglomerados e com muito ruído. 

“Prefira ficar em casa ou com um grupo pequeno de amigos. Se isso não for possível, proteja os ouvidos com protetores auriculares para que o som das vuvuzelas ou qualquer tipo de corneta cheguem em menor intensidade na orelha”, explica.

O médico ressalta, no entanto, que não são apenas os problemas auditivos que podem ser desencadeados nesta época.
“A voz também pode ser prejudicada, durante um grito de celebração ou até em conversas em locais barulhentos. É importante manter sempre a hidratação das cordas vocais”, afirma.
O grito causa atrito nas pregas vocais, contribuindo para o aparecimento de lesões na laringe e, em alguns casos, a cirurgia é a única alternativa.
As explosões de fogos de artifícios também podem causar efeitos nocivos à saúde auditiva, pois a exposição a esse forte ruído traz um trauma para a audição, podendo levar à perda de neurônios da via auditiva, sensação de zumbido, perfuração do tímpano e maiores chances de infecções. 
Além disso, as explosões de fogos de artifício podem gerar queimaduras e, em casos mais graves, chegar até a amputação de membros.

Para utilizá-los sem riscos, é aconselhável que os amarrem em cabos de vassouras para manter a distância das mãos e do rosto; afastar as crianças e, em hipótese alguma, deixá-las manusear; e isolar a área se for um grande evento.

Caso ocorra qualquer tipo de queimadura, é necessário cobrir a área com um pano limpo e umedecido com água fria. O corpo humano possui bactérias e, quando há um trauma na pele, elas acabam agredindo o próprio corpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário