sexta-feira, 13 de junho de 2014

Atenção: Sintomas da Perda de Audição




A maioria dos casos de perda auditiva se desenvolve gradualmente e os sintomas são difíceis de serem identificados. Por isso, muitas pessoas relutam em admitir que estão com problemas para ouvir. O primeiro passo é aceitar a perda auditiva, o que normalmente leva um certo tempo.

“Falar sobre deficiência auditiva nunca é fácil, por causa da resistência que as pessoas têm em admitir a surdez. Mas trazer à tona o problema é a melhor coisa a fazer. Estudos comprovam que o tratamento da perda auditiva, geralmente com o uso de aparelhos auditivos, resulta em melhoras significativas na qualidade de vida”, afirma a fonoaudióloga Isabela Gomes, da Telex Soluções Auditivas.
Segundo especialistas, muitas pessoas já experimentam algum grau de perda da audição a partir dos 40 anos, por causa do envelhecimento natural do corpo, quando as células ciliadas do ouvido interno começam a morrer. O processo é diferente em cada um, mas aproximadamente uma em cada dez pessoas nesta faixa etária tem algum grau de perda auditiva. Depois dos 65 anos, a perda auditiva, conhecida como presbiacusia, tende a ser mais severa. Por isso, o melhor é procurar um especialista aos primeiros sinais de dificuldades para ouvir.

“Dificuldades de audição podem afetar a vida social e prejudicar as relações de trabalho. O uso diário do aparelho e o apoio da família são essenciais para que o indivíduo resgate sua autoestima. Infelizmente, muitas vezes, quando se procura o tratamento, o caso já ficou grave. A perda se dá de maneira lenta e progressiva e, com o decorrer dos anos, a deficiência atinge um estágio mais avançado”, explica a fonoaudióloga.

O primeiro sinal de presbiacusia pode ser a dificuldade de ouvir o que as pessoas dizem para você. Os sons da fala com mais alta freqüência são as consoantes, como o S, T, K, P e F.

Depois do diagnóstico do médico otorrinolaringologista, cabe aos fonoaudiólogos indicar qual tipo e modelo de aparelho são indicados para atender às necessidades do deficiente auditivo. E a tecnologia cada vez mais avançada surge como uma grande aliada. Atualmente, há uma diversidade de modelos de aparelhos, como os da Telex, com design moderno, discretos, alguns até mesmo invisíveis no ouvido – ficam dentro do canal auditivo –, adequados para diferentes graus de perda de audição.

“Atualmente, as próteses auditivas são minúsculas, garantindo a elegância do usuário. A audição mantém a pessoa ativa, e é muito importante em nosso dia a dia. Então, por que não pensar no assunto?”, lembra Isabela Gomes, da Telex.

Se você já experimentou alguns dos sintomas abaixo procure logo a ajuda de um especialista.
  • As pessoas falam como se estivessem sussurando. 
  • Ouve com dificuldade a televisão, aumenta o som e as pessoas à sua volta reclamam que está muito alto.
  • Escuta com dificuldade quando é chamado por uma pessoa que não está à sua frente ou que se encontra em outro cômodo.
  • Comunica-se com dificuldade em um pequeno grupo ou numa reunião.
  • Dificuldade de comunicar-se em ambientes ruidosos, por exemplo, no carro, no ônibus ou em uma festa.
  • Pede sempre as pessoas para repetirem o que disseram.
  • Ouve com dificuldade o toque de campainha e telefone.
  • A família, colegas e amigos comentam que você deve estar sofrendo de perda auditiva.
  • Faz uso da leitura labial durante uma conversa.
  • Sente que tem que se concentrar muito para entender o que as pessoas falam ou cochicham. 

2 comentários:

  1. Receio que meu pai esteja com perda auditiva já, e ele tem apenas 50 anos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom procurar um otorrino e fazer audiometria Cláudia...Quanto antes melhor:)Beijão!!!! Na torcida para que tudo dê certo!!!

      Excluir