quarta-feira, 8 de maio de 2013

Dor de Garganta:entenda...


Muitas vezes pode ser apenas um sintoma do resfriado, - mas a dor de garganta deve ser observada com atenção, pois pode indicar sérios problemas de saúde.

 

Dor de garganta é uma razão comum que leva as pessoas a visitarem o seu médico – principalmente nos dias frios e secos.  A dor de garganta, que é bastante recorrente para alguns indivíduos, normalmente não começa a partir de um único ferimento e também não é considerada uma doença. Ela é apenas o sintoma de que alguma coisa está errada – que pode ser uma amigdalite, faringite, ou até algo mais grave, dependendo dos casos.
Alexandre Cercal, Otorrinolaringologista e membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico-Facial, de Curitiba, comenta que muitas vezes a causa das dores de garganta pode ser viral e ser um dos sintomas do vírus do resfriado. “Estima-se que existam cerca de 200 vírus diferentes que podem provocar um resfriado e, portanto, uma dor de garganta” explica o especialista.
O médico diz que em alguns casos a dor de garganta podem ser causados por bactérias. Neste caso, após um diagnóstico médico, provavelmente o indivíduo terá que tomar antibióticos prescrevidos pelo doutor. “A pessoa que está com dor de garganta causada por bactérias deve saber que em geral essas dores são mais fortes”, explica Cercal.
A dor de garganta pode também ser causada ou favorecida por um ar muito seco e poluído, pela fadiga, após o enfraquecimento do sistema imunológico, por uma alergia, pelo tabaco ou a sua fumaça, pelo estresse ou nervosismo, ou pelo simples fato de ter falado ou gritado muito. O refluxo do conteúdo ácido do estômago para a garganta pode também causar uma dor crônica na laringe e faringe, simulando uma infecção. A mononucleose (causada pelo vírus Epstein-Barr) pode também ser uma causa da inflamação de garganta. 
“Em casos raros, uma inflamação de garganta pode ser um sintoma de câncer, particularmente câncer de laringe e faringe. Esse câncer, às vezes causado pelo vírus do HPV, é mais propenso a se desenvolver em pessoas que fazem sexo oral sem proteção em múltiplos parceiros durante sua vida. Vale lembrar que fumar e consumir bebidas alcoólicas são outras causas de câncer de garganta” alerta o otorrinolaringologista. O câncer de laringe – o mesmo que atingiu o ex-presidente Lula – é mais comum entre os homens e mata cerca de 90 mil pessoas por ano em todo o mundo.
O principal fator de risco para o surgimento desse câncer é o cigarro – ele é 14,3 vezes mais comum entre os fumantes. Porém, a possibilidade de cura fica acima de 90% quando o diagnóstico é feito no início. “Por isso é recomendado procurar um médico otorrinolaringologista se uma rouquidão durar mais de uma semana e for seguida de dor de garganta, ardência, pigarros frequentes, dificuldade para respirar e para engolir“, alerta Cercal. 
Os sintomas clássicos de uma dor de garganta são, normalmente, a garganta avermelhada com queimação e irritação, sinais típicos de inflamação, e a dificuldade para engolir alimentos sólidos. Podem ocorrer sintomas típicos de um resfriado, como a febre, inchaço eventual dos gânglios linfáticos, rouquidão, mau hálito e possíveis dificuldades respiratórias. “Caso os sintomas ligados às dores de garganta durem mais de uma semana ou venham acompanhadas de dificuldade para respirar, inflamação ou febre elevada, procure um médico”, ressalta Cercal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário