sexta-feira, 1 de março de 2013

Cor dos olhos do bebê...



Qual será a cor dos olhos do bebê?

As crianças podem ter cores de olhos completamente diferentes do que qualquer um dos pais

A cor dos olhos, muitas vezes, é o traço genético que mais fascina os pais enquanto o bebê se desenvolve. Será que os olhos serão pretos, castanhos, azuis, cinzas, verdes ou terão alguma combinação de cores?
A cor dos olhos de uma criança depende do material genético de cada um dos pais. Mas os genes dos pais podem se misturar e se combinarem de muitas maneiras diferentes. As influências de cada um dos pais não são conhecidas até que a criança nasça.
Como a cor dos olhos se desenvolve
A parte colorida do olho é chamada de íris e contem a pigmentação que determina a cor dos olhos. “A cor do olho humano tem sua origem em três genes, dois dos quais são bem conhecidos. São estes os genes responsáveis ​​pelas cores mais comuns: verde, castanho e azul. Outras cores, como combinações de cinza e cor de avelã, por exemplo, não são totalmente compreendidas ou explicáveis neste momento ainda”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion (CRM-SP 13.454), diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.
A maioria dos bebês nasce com olhos azuis, que podem escurecer em seus primeiros três anos. O escurecimento se dá porque a melanina, pigmento marrom, normalmente não está presente no nascimento, ele vai sendo produzido com a idade. “Antigamente, costumávamos pensar que o pigmento marrom era dominante e o azul era recessivo, mas a ciência moderna tem mostrado que a cor dos olhos não é algo tão simples assim”, observa o oftalmopediatra Fabio Pimenta de Moraes (CRM-SP 124.321), que também integra o corpo clínico do IMO.
O médico explica que a cor dos olhos não é simplesmente uma mistura das cores dos olhos dos pais, como uma mistura de tintas. Cada um dos pais tem dois pares de genes em cada cromossomo. Então, existem múltiplas possibilidades, dependendo de quais desses genes serão transmitidos ao filho por cada genitor.
Pesquisadores holandeses anunciaram que estão trabalhando em maneiras de determinar a cor dos olhos com base numa análise sofisticada do DNA que pode prever com precisão de 90% se as pessoas terão olhos castanhos ou azuis. Os pesquisadores alegam que as descobertas também terão implicações nas investigações forenses em cenas de crime, onde o DNA recuperado pode dar pistas sobre a aparência real dos suspeitos.
As crianças podem ter cores de olhos completamente diferentes do que qualquer um dos pais. Mas se ambos os pais têm olhos castanhos, é mais provável que seus filhos também tenham olhos castanhos. As cores mais escuras tendem a dominar, de forma que o castanho prevalece sobre o verde, e o verde tende a prevalecer sobre o azul. No entanto, uma conjunção de pai com olhos castanhos e mãe com olhos azuis não vão gerar necessariamente uma criança de olhos castanhos.
“Algumas crianças podem nascer com a íris de cor indefinida. Geralmente esse fato é causado por um defeito no transporte de pigmentos durante o desenvolvimento, um traumatismo direto, seja intra-útero ou logo ao nascer, ou ainda devido a um distúrbio genético. Outras causas podem ser inflamação dos nervos da íris. Por isto, o exame ocular precoce é tão importante, para ter certeza de que nada grave está acontecendo”, defende o oftalmopediatra.

A cor dos olhos também pode mudar com a idade. Isso acontece em cerca de 10-15% da população caucasiana (pessoas que geralmente têm olhos com cores mais claras). Olhos castanhos, na verdade, ficam mais escuros com a idade.
A cor dos olhos do bebê
“Hoje, sabemos que a  definição genética da cor dos olhos é um processo muito mais complicado do que pensávamos antes, quando gráficos simples chegaram a ser criados para supostamente prever a cor dos olhos das crianças com base na cor dos olhos de seus pais”, diz o oftalmopediatra Fabio Pimenta de Moraes.
Assim, é muito mais provável que pais que tenham olhos castanhos tenham um filho com olhos azuis do que pais que tenham olhos azuis tenham um filho de olhos castanhos. Isto porque o traço recessivo, em geral, pode ser repassado para pessoas de olhos castanhos até muitas gerações depois.
“Porém, devido à complexidade de como os traços genéticos são repassados​​, é inteiramente possível que pais com olhos azuis tenham um filho de olhos castanhos”, afirma o oftalmopediatra.
Isso tudo responde àquelas perguntas que nos fazem:porque será que ele tem os olhos claros ou quem da família tem o olho azul???
Portanto mamães,curtam cada nuance e olhar dos seus bebês...eles crescem muito rápido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário